ESP8266 sem Arduino funcionando em menos de 15 minutos na sua Automação Residencial

Você vai fazer o ESP8266 funcionar em menos de 15 minutos após assistir este vídeo.

Com o módulo ESP8266, você pode conectar um arduino à sua rede wifi ou até mesmo utilizar somente ele para conectar à rede, sem a necessidade do Arduino.

Vamos falar um pouco sobre esse módulo:
Além de pequeno, ele é tão interessante que podemos programá-lo diretamente na IDE do Arduino.
Ele possui 2 pinos GPIO e é isso que permite a gente utilizá-lo sem o arduino.
Dando uma pesquisada verifiquei o seguinte:

  • A conexão de rede dele é padrão 802.11 B/G/N
  • Alcança aproximadamente 90 metros
  • Opera em modo Cliente, Access Point ou os dois, Cliente e AP
  • Suporta até 5 conexões ao mesmo tempo

Mas nem tudo são flores, ele funciona com 3.3v e não pode ser o do arduino pois consome cerca de 215mA e as saídas do Arduino geralmente são de 50mA. Então será necessário uma fonte de energia externa ao Arduino caso vá utilizar com ele.
É legal o tanto de coisas que se podem fazer com o ESP8266. Veja algumas delas:

  • Tomadas inteligentes
  • Monitoramento remoto
  • Rede de sensores
  • Controle sem fio
  • e muito mais, vai da sua imaginação.

Vou mostrar aqui como fiz as ligações e ele funcionando e vou disponibilizar toda a documentação necessária para você fazer funcionar igual está aqui.
O que nós vamos precisar para este experimento:

  • 1 adaptador ftdi
  • 1 protoboard
  • Jumpers macho/macho e macho/fêmea
  • 1 led
  • 1 resistor
  • 1 ESP8266 é claro

Então vamos lá, assista o vídeo e veja como é simples e fácil utilizar o ESP8266 na sua Automação Residencial.

Clique aqui e faça o download do código do ESP8266.

Link para instalar o ESP8266 em sua IDE do Arduino. Basta copiar e colar em “Arquivo> Preferências > URLs Adicionais para Gerenciadores de Placas:”

http://arduino.esp8266.com/stable/package_esp8266com_index.json

Se você tiver alguma dúvida, entre em contato conosco.

Não esqueça de curtir nossa página no Facebook: Facebook/experimentosdegaragem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *